doenças de verão
  • Compartilhe:

ATENÇÃO ÀS DOENÇAS DE VERÃO

Falta um mês para o início do verão! Com ele, mais sol, calor, alegria, diversão… contudo, ele não traz apenas boas notícias. Algumas doenças peculiares do período acompanham a sua chegada. Por isso, a importância de estar atento e manter-se protegido para curtir apenas o bom da estação.

Por ser uma época associada com descanso, algumas pessoas acabam relaxando também com os cuidados preventivos de saúde, porém, eles são fundamentais para evitar a chegada de algumas doenças que podem acabar com as programadas férias.
INTOXICAÇÃO ALIMENTAR
A má conservação dos alimentos é a grande responsável pela intoxicação. Evitar o consumo de alimentos de procedência duvidosa colabora muito para a prevenção desta doença, que tem como sintomas: náuseas, vômitos, diarreia e mal-estar, além de ser uma porta para a desidratação.
DESIDRATAÇÃO
Ela se dá pela perda de líquidos e sais minerais, muito comum no verão onde a transpiração aumenta. A desidratação pode causar fraqueza e mal-estar, para evitá-la é importante a reposição de líquidos bem como cuidados com a ingestão de alimentos e roupas adequadas.
CONJUNTIVITE
A conjuntivite bacteriana é a mais comum nesta época do ano, ela normalmente é transmitida através da água do mar ou piscina e pode ser transmitida de uma pessoa para outra. Ela causa vermelhidão, inchaço, além de muita ardência nos olhos. Para curá-la é preciso auxílio médico.
BICHO GEOGRÁFICO
Quando ele se instala sob a pele a coceira é insuportável. Normalmente ele afeta os pés, que entram em contato com a areia contaminada pela larva vinda das fezes de animais. Para evitá-la é preciso o uso de calçados (chinelos) em locais de risco.
MICOSES
São as responsáveis por uma forte coceira sobre a pele. É uma doença ocasionada pela proliferação dos fungos e para evitá-la é preciso evitar o uso de sapatos fechados, além de lavar e secar bem as dobras do corpo.
INSOLAÇÃO
Sol intenso é a principal causa da insolação. Nesta época, as pessoas costumam se expor mais aos raios solares, mas acabam não tomando os cuidados adequados e a insolação se instala. Ela causa um mal-estar generalizado e muita fraqueza, além das queimaduras solares. Para evitá-la é recomendado a ingestão de líquidos, além de cuidados relativos à exposição solar nos horários não recomendados – entre dez e dezesseis horas.
OTITE
É também conhecida como inflamação do ouvido. A exposição à água do mar ou piscina pode acumular água no canal auditivo, o que desencadeia um quadro de otite, que causa dores fortes nesta região. Para evitá-la é preciso cuidado com o acúmulo de água nos ouvidos.

A COR DOS ALIMENTOS

Quando se trata de alimentação balanceada, quanto mais colorido, melhor. A reeducação alimentar faz parte… Leia mais »

continuar lendo
  • Compartilhe:

OS BENEFÍCIOS DO ALONGAMENTO

Os exercícios de alongamento são indicados tanto para quem faz atividades físicas regularmente como para… Leia mais »

continuar lendo
  • Compartilhe:
Onde Estamos Clinica Salute - Av. Otto Niemeyer, 2685Cavalhada - Porto Alegre/RSONDE ESTAMOS