• Compartilhe:

Histórias da Salute – Sônia: cuidado, superação e carinho para vencer o Coronavírus

Uma das melhores sensações que temos é quando estamos voltando para nossa casa, seja de uma viagem, um passeio ou até mesmo no dia a dia. Mas o caminho que nos leva para o lar pode ter alguns obstáculos, às vezes invisíveis. Como foi com nossa associada Sônia Maria Jardim Moreno, 62 anos, que ao retornar para Porto Alegre, acabou contaminada pelo vírus mais temido dos últimos tempos: o Coronavírus. Acompanhe agora com a gente como ela passou por todas as etapas do vírus e venceu para reviver outra das melhores coisas da vida: a de ser avó!

Sônia é associada Salute desde 2002. Contudo, vinha à Porto Alegre apenas em datas festivas – ela residia fora do país há mais de duas décadas. Mas algo maior lhe trazia à capital neste momento: acompanhar o nascimento do novo neto.

No mês de Março, desembarcava para passar os próximos dias ao lado da filha grávida, Camila Moreno Pastorini, do genro e da outra neta.

Os primeiros sintomas
Logo nos primeiros dias, começou a sentir certo desconforto: tosse e dificuldade para respirar. Mas como era de praxe no retorno das viagens, desconfiava que pudesse ser do cansaço do voo, alguma gripe ou resfriado. “Eu sempre tenho os mesmos sintomas quando venho de viagem”, relata

Como também é de costume, ela recorre à Clínica Salute para buscar a orientação certa para cuidar da saúde. Ao consultar com a Clínica Geral e Geriatra Dra. Teresa Cristina Vigil, recebeu todos os cuidados.

A Clínica Salute realiza os exames necessários para o cuidado com o paciente, e, no caso de suspeita de COVID-19 (em função dos sintomas apresentados) orienta a todos para que procurem os hospitais especializados para confirmação do diagnóstico do vírus, bem como o tratamento adequado.

Sendo assim, após diagnóstico inicial, Sônia foi orientada para que comparecesse imediatamente a um Hospital, pois se tratava de um possível caso de Coronavírus. A Clínica Salute realiza todo o trabalho de identificação com muito cuidado, contudo, tanto a confirmação do vírus como o tratamento são de responsabilidade legal dos hospitais especializados.

A confirmação
Ao sair da Clínica Salute e realizar o teste no Hospital de Clínicas, veio o resultado: positivo para COVID-19. A partir daqui, começava a luta de Sônia pela vida.

A preocupação da família era, principalmente, por ela fazer parte do grupo de risco – acima de 60 anos, portadora de asma e hipertensão -. Nos primeiros dias, ela conseguia ainda manter contato com a família via WhatsApp. Mas logo veio uma piora e ela acabou transferida para o Centro de Tratamento Intensivo (CTI).

O agravamento
Foram 26 dias na UTI. Sônia precisou ser entubada durante o período. A filha, Camila, conta que a mãe chegou a ter dilatação da pupila, e logo foi avisada de que, talvez, ela pudesse estar com uma isquemia ou uma hemorragia cerebral. “Eu acho que nem eles tinham mais esperança”, relata Sônia. Mas, no fim do dia, a boa notícia: os médicos disseram estar tudo bem: Sônia iria se recuperar. E a filha acredita que foi naquele momento que a mãe voltou.

O acompanhamento
Desde o primeiro dia em que procurou a Clínica Salute até a volta para casa, além da supervisão do hospital e da preocupação da família, Sônia teve um acompanhamento especial. Diariamente, a Salute enviava mensagens buscando ter notícias da paciente e torcendo pela sua melhora. “A Carla todos os dias perguntava da mãe”, afirma Camila. Carla é líder de equipe da clínica Salute na Unidade Cavalhada.

A recuperação
Depois de dias de angústia e espera, chegou a ligação que Camila tanto esperava: a mãe havia saído da intubação e já poderia ser vista através de vídeo.

Com a alta da CTI, aos poucos, Sônia foi retornando a normalidade. No início, precisava de assistência 24h no quarto do hospital. Assim, Camila e o marido se revezavam para acompanhá-la e incentivá-la a se alimentar, realizar fisioterapia e também ficar ativa novamente.

A volta
Na semana do Dia das Mães, a felicidade se completaria: após longos 36 dias, Sonia voltava de vez para casa! Os primeiros momentos foram de muitos cuidados, pois ainda necessitava de ajuda. Agora, já se sente mais disposta.

Para se divertir, usa o tempo livre para cozinhar. Mas claro, a principal motivação agora é brincar com o novo xodó da família, que nasceu durante toda sua trajetória de superação: o netinho Théo.

Perto de Você

Seja atendido em todas as nossas unidades.

Unidade Zona Norte

Av. Assis Brasil, 2154 -
Porto Alegre/RS

Unidade Centro

Av. Borges de Medeiros, 294 -
Porto Alegre/RS

Unidade Restinga

Av. Economista Nilo Wulff, 898 -
Porto Alegre/RS

Unidade Cavalhada 1

Av. Otto Niemeyer, 2685 -
Porto Alegre/RS

Unidade Cavalhada 2

Av. Otto Niemeyer, 2695 -
Porto Alegre/RS