vacina dengue
  • Compartilhe:

VACINE-SE CONTRA A DENGUE

Com a chegada do verão, é preciso redobrar os cuidados com o Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue. O clima mais úmido, associado às altas temperaturas, faz com que os ovos do mosquito se abram com mais facilidade, aumentando a proliferação do inseto. Por isso, além dos cuidados básicos com a água parada, se você tem entre 09 e 45 anos, saiba que já pode tomar sua vacina contra a doença.

A vacina contra a dengue foi criada para prevenir a manifestação do vírus. E ela é a maneira mais eficaz de prevenir a doença em suas formas mais graves.

Entre os principais sintomas da dengue estão:

– Febre alta com início súbito
– Dor atrás dos olhos
– Perda de apetite
– Manchas e erupções na pele (semelhantes ao sarampo)
– Nos casos de dengue hemorrágica (variação mais grave da doença), também ocorrem fortes dores abdominais, vômitos persistentes, sangramento pelo nariz, boca e gengivas e perda de consciência.

Importante: a vacina é completamente segura e não traz efeitos adversos graves. No entanto, efeitos colaterais comuns podem ocorrer, tais como febre, reação no local onde foi aplicada, entre outros.

Outra informação relevante é que a vacina não pode ser aplicada em gestantes, lactantes e pessoas com imunidade baixa.

A fêmea do mosquito Aedes Aegypti transmite outras doenças como o Zika Vírus, a Febre Chikungunya e a Febre Amarela. Por isso, o combate à dengue e ao seu mosquito transmissor deve continuar mesmo após a vacinação. Durante o verão, o cuidado deve ser intensificado, pois se trata da época de reprodução dos mosquitos, etapa da vida onde eles encontram mais ativos. A fêmea deposita os ovos em locais de água parada como vasos de plantas e caixas d’agua.

Quer realizar sua vacina contra a Dengue? Procure a Clínica Salute ou informe-se pelo telefone: (51) 3012-6002.